Um caso de Alzheimer tratado com organoterápico Homeopático de cerebro de porco

Placeholder

Antes de relatar este interessante caso vamos responder a uma pergunta hipotética, como se tivesse sido feita pelos familiares do paciente ao CONTATE-SE CONOSCO :

Pergunta: Como avaliar de zero a 4 a memória de uma pessoa sem memória?

Resposta: Utilizamos o teste validado para o Brasil do MEEM-Minimo exame do estado mental (Castro-Costa et al. 

International Journal of Geriatric Psychiatry.Volume 29, Issue 12 )

Este teste dá notas que se somam para a melhor performance cognitiva, com os valores entre 0-30, valores normais variam com escolaridade de 17 a 25 de soma das notas. Avaliam atenção, humor, cuidados pessoais, calculos, memória recente e outros. Mas mesmo este é difícil avaliar, quando a demência está avançada. Por ex:   Repita a frase que eu vou lhe dizer (pronunciar em voz alta, bem articulada e lentamente) “NEM AQUI, NEM ALÍ, NEM LÁ”  Total de pontos:  (para avaliar compreensão e linguagem). Este teste não serve para demencias graves. 

 Para demencias graves: Testes neuropsicológicos de aplicação simples para o diagnóstico de demência. Nitrini et al. 

Arq. Neuro-Psiquiatr. vol.52 no.4 São Paulo Dec. 1994.

Ex de pergunta:     3 –   Habilidade limitada para prestar atenção no ambiente externo     Pontos:

Desenvolvemos marcadores para cada pergunta porque as achamos muito abstratas e difícil aplicação prática. No caso acima o marcador seria : Modificou face e olhos fixos no vazio por acompanhar as pessoas com os olhos ou maior vivacidade no olhar? fazendo contato visual semelhante a (estar entendendo? ) Responde sim ou não piscando o olho?

RELATO DE CASO DE DOENÇA DE ALZHEIMER :

ALZHEIMER controlado pelo medicamento homeopático Organoterápico de Cérebro sadio de ovelha ou porco:

Paciente quase totalmente melhorado de ALZHEIMER:

Paciente com Alzheimer atendido pela primeira vez em 27 12 2013. 

Iniciou com  somas de sintomas avaliados de zero a 4:  (Soma de sintomas de Alzheimer/Dores degenerativas/Outros orgaos/emocionais e mentais:

27 12 2013= 34/10/10/54=MEDIAS=27 12 2013=3,4/2,5/2,8/3,2/11,9==

Medicamentos prescritos no mesmo vidro:

-5 doses após Staphysagria LM2 1 dia sim e 2 dias não ãã + OT de Cerebro + Hipotalamo + Arteria Cerebral + Mielina CH15 e terminou o tratamento em 10  06 2017 = 0.90 | 0.92 | 0.88 | 0.56 | 3.26=16 dias após 3a dose da CH16  (11 05 2017)  [+ Cerebro + Arteria Cerebral ãã CH16](17 04 2017)  +   2a dose da CH15  (17 04 2017)  do  [(Tec. Ósseo + Tecido Sinovial e Capsula + Fibras Musculares + Articulação do Ombro + CH15 ãã (11 05 2017).

Evolução:

O paciente  deu notas de zero a 4 para cada um de seus sintomas de Alzheimer, dores crônicas, outros órgãos e sintomas emocionais. A evolução consistiu na avaliação numerica dos sintomas a cada 5 dias, observando-se pequenas melhoras que iam se adicionando de forma mais visível na média dos sintomas do que na clinica diária. À medida em que a soma invisível das melhoras ia progredindo e sendo adicionadas no tempo, os pacientes e familiares iam percebendo mais as mudanças na clinica diária, mesmo porque estavam comprometidos  a fazer a ficha evolutiva a cada 5 dias. A ficha evolutiva numérica de zero a quatro obriga o paciente a sempre estar olhando para seus sintomas e registrando sua intensidade numérica , utilizando o seguinte parametro:

 Sintoma leve=1, moderado=2, intenso=3, insuportável=4.

O paciente evoluiu diminuindo a soma dos sintomas da sentença numérica das médias dos sintomas  de Alzheimer/dor crônica/Outros órgãos/emocionais e mentais a cada 5 dias , na ficha evolutiva de sintomas da seguinte forma:

Sentenças numéricas das somas dos sintomas:

1-1a consulta=

27 12 2013=3,4/2,5/2,8/3,2/11,9=

Prescrito : 5 doses após Staphysagria LM2 1 dia sim e 2 dias não ãã + OT de Cerebro + Hipotalamo + Arteria Cerebral + Mielina CH15. O aumento da potncia da Staphysagria se deu até â LM6 e a do OT de Cerebro + Hipotalamo + Arteria Cerebral + Mielina CH15 até a CH35

2-13 02 2017 =Melhorou  a sentença numérica da soma dos sintomas de  27 12 2013=3,4/2,5/2,8/3,2/11,9 para a  

MEDIA=  0,2 | 0,0 | 1 | 1 | 2,2 =   após 4 anos de tratamento

As melhoras de Alzheimer se referiram à volta para a normalidade da memória representadas por:

Passou a se lembrar que tomou banho em cada dia,do que comeu, reconhecendo familiares, lembrando nomes de parentes e conhecidos, parando de fazer perguntas repetidas, sabendo voltar pra casa sòzinho.